Mindset – A chave para o sucesso de uns e fracasso de outros.

Mindset

Você sabe o que é Mindset ou Modelo Mental?

Hoje em dia a palavra Mindset está na moda, sendo utilizada em muitos contextos. Mindset ágil, Mindset empreendedor, Mindset lean, passaram a fazer parte do nosso vocabulário. Mas o que realmente é Mindset ?

O Mindset nada mais é do que um conjunto de configurações mentais baseado nas suas experiências, nas suas crenças e no que você já vivenciou. É a maneira como nossa mente está condicionada a responder a determinados estímulos e como o cérebro processa informações, decisões, escolhas e julgamentos.

Segundo a professora e psicóloga americana, Carol S. Dweck (2006), mindset é o modo como nós encaramos a nossas experiências de vida, seja no ambiente de trabalho ou nas relações familiares.  É também o conjunto de crenças e atitudes mentais diante de tudo que acontece ao nosso redor e que determina como nós vamos nos comportar frente aos desafios que encontraremos durante a nossa vida.

O modelo mental é algo pessoal. Dessa forma, cada pessoa pode estar inserida em um mesmo cenário e reagir de forma diferente. Imagine que dois filhos gêmeos foram colocados de castigo no quarto. Um deles começou a chorar porque queria sair e o outro aproveitou o momento para brincar ali mesmo.

7 Sábios

Existe uma história dos 7 sábios cegos que ilustra muito bem o comportamento humano.

Diz a lenda, que existiam sete sábios na Índia, que viviam em um vilarejo muito isolado.  Um belo dia, um comerciante chegou ao vilarejo montado em um elefante.

Os moradores que nunca tinham visto um elefante foram até os sábios para tentar descobrir o que era. Então os sábios foram até o grande animal e começaram a tatear.

O primeiro tateou a tromba e disse que com certeza era uma grande serpente.

O segundo tateou a barriga do elefante e falou que parecia uma parede, áspera e dura.

O terceiro então passou a mão nas presas e falou. – Isso com certeza é uma arma.

O quarto apalpando as patas do elefante retrucou. Com certeza isso é uma árvore.

O quinto mexendo nas orelhas disse que só poderia ser um abano, daqueles usados pelos sultões.

O sexto pegou o rabo do elefante e disse que era uma corda, rígida e resistente.

Veio então o sétimo sábio, que pediu que uma criança o ajudasse desenhando na areia todas as partes do elefante. Foi então que ele disse, “todos vocês estão certos e ao mesmo tempo errados”.

Nesse contexto, o modelo mental de cada um deles, formado pelas suas vivências, experiências, valores e crenças fez com que cada um visse o animal de uma maneira diferente. É exatamente assim que nós agimos. E é assim que, por conta do seu modelo mental, os homens se comportam perante a verdade. Acreditam que apenas partes dos fatos é o todo e continuam errados.

Mas por que então que essa palavra é tão importante na nossa vida?

Ela determina a forma como nós encaramos os desafios e dificuldades do dia a dia e como nós percebemos o sucesso e o fracasso. Para nossa própria mudança.

Segundo os estudos da psicóloga, Carol S. Dweck, existem dois modelos principais de mindset: o mindset fixo e o mindset evolutivo (ou mindset de crescimento).

Esse modelo consegue explicar por que algumas pessoas conseguem atingir determinado sucesso e outras não. Porque algumas diante de um fracasso se tornam mais fortes e outras acabam desistindo dos seus sonhos.

Mindset de Crescimento x Mindset Fixo

Mindset Fixo

Nesse modelo de mindset as pessoas acreditam que todos já nascem com a quantidade fixa de inteligência e de habilidade. São pessoas que fogem dos desafios, porque acreditam que estes desafios serão capazes de revelar que elas não têm a capacidade necessária. Por isso o sentimento predominante é a rejeição. Eles se sentem inferiores aos demais.

São pessoas que moldam o seu ambiente, evitando interação com perfis muito diferentes pois sentem que o sucesso dos outros pode gerar alguma ameaça.

Tem medo de errar pois acreditam que o aprendizado pode ser visto como alguma coisa vergonhosa e muitas vezes escondem o erro. Enxergam todo esforço de aprendizado como algo inútil e negativo. É aquele cara que no trabalho, sempre arranja uma justificativa para dizer que não foi culpa dele.

Eles acreditam que todo mundo que foi bem sucedido foi por conta de sorte, destino ou acaso. E que a vida é assim mesmo. Possuem o pensamento bem parecido com dizeres da música de Caymmi: “Eu nasci assim, eu cresci assim, eu sou mesmo assim, vou ser sempre assim…Gabriela”.  Um comportamento atualmente conhecido como “Síndrome de Gabriela“.

São pessoas que acham que não conseguem evoluir mais, com aquele pensamento “Cachorro velho não aprende truque novo”. Têm muita dificuldade de se adaptar a um mundo em constante mudança.

E no mundo com alta volatilidade, incertezas e complexidade ter uma mentalidade desse tipo pode te causar perda de oportunidades e até mesmo risco para sua carreira.

Crenças limitantes

E sempre vai ter uma crença limitante para justificar “Eu já sou velho demais”, “Isso não é pra mim”, “Eu não tenho tempo”, “Eu não tenho dinheiro”. Sempre vai surgir uma desculpa para justificar a falta de desenvolvimento dessa pessoa.

Geralmente acabam caindo na zona de conforto para evitar lidar com situações de risco e frustração. É comum que pessoas com este Mindset se auto sabotem, criando razões para que acreditem que não são boas o suficiente. Por exemplo, alguém que gostaria de empreender, acaba usando a crença de que “dinheiro só vem para quem é rico” para justificar não seguir neste caminho.

Utilizam, frequentemente, fatores como: idade, sexo, raça, ideologia política, nacionalidade, economia e até mesmo religião e espiritualidade para justificar sua falta de iniciativa. Limitam suas ações no presente, baseando-se em experiências passadas e principalmente em casos de risco ou fracasso.

Se uma pessoa de Mindset fixo investiu em ações e perdeu dinheiro, ela teme arriscar investir em ações novamente por acreditar que a situação vai se repetir, mas não buscam alternativas e ações diferentes daquelas que já tentou. Eles sempre focam no problema, é aquele que vai falar para qualquer um “nunca invista em ações porque é a maior furada”.

Como líderes geram crenças limitantes nos colaboradores. Elas têm como característica o medo de falhar e geralmente procuram um culpado. São pautados na política de comando e controle para garantir que nada saia do seu planejamento. Seus colaboradores podem se sentir frustrados e desmotivados com essas atitudes, pois o Mindset fixo acredita que as pessoas não podem mudar, pois o talento é fixo e as habilidades são inatas.

Se você se identificou com esse mindset, eu estou aqui para te dizer que é possível mudar.

Mindset de Crescimento

As pessoas com mindset de crescimento têm a capacidade de olhar para os fatos da sua vida e trazer um significado positivo para que isso contribua para o seu desenvolvimento e para o seu autoconhecimento. Com o tempo, essa prática de dar um significado positivo acaba se tornando um hábito, algo que acontece de forma inconsciente. Esse hábito reforça ainda mais a mentalidade voltada a superar os obstáculos e alcançar resultados de sucesso.

Elas abraçam os desafios. Mesmo que os resultados sejam falhos, sempre se há possibilidade de melhorar e evoluir. São resilientes e entendem que o erro é apenas um resultado. Tem certeza de que é possível progredir por meio do esforço próprio, relacionamento interpessoal e sempre buscam modelar casos de sucesso ao invés de achar que foi obra do acaso.

São pessoas comprometidas não apenas com o aprendizado, mas também com o processo de evolução. Estão sempre estudando, tirando uma certificação, trabalhando na sua mentalidade e desenvolvimento pessoal. Entendem que isso se trata de um investimento que traz retorno durante toda a vida.

Sabem que errar não é vergonhoso e a medida do sucesso é determinada pelo potencial de aprimorar cada vez mais as habilidades adquiridas. A frase do best-seller A Lei do Triunfo, escrita pelo autor americano Napoleon Hill em 1925, representa bem o pensamento de pessoas com Mindset de Crescimento: “Cada fracasso traz consigo a semente de um sucesso equivalente”.

Transformando desafios em motivação

Um grande exemplo de pessoa, com atitude mental de crescimento foi Ayrton Senna. Para quem não conhece, ele foi um dos melhores pilotos de Fórmula 1 das décadas de 1980 e 1990. Em sua biografia, sua irmã conta como ele se tornou um dos melhores pilotos em situações de alto risco. Aos 13 anos ele perdeu o controle do carro e foi eliminado da prova em uma corrida de Kart em Interlagos. Desde este evento, ele aproveitava cada dia de chuva para treinar e melhorar a sua capacidade de correr na chuva.

Uma pessoa com mindset fixo nesse momento poderia pensar “Eu não sou capaz de dirigir em dias de chuva” e provavelmente deixaria de superar esse medo e até começaria em desvantagem em corridas nos dias de chuva. Para quem teve a oportunidade de assistir o Senna correndo, sabe que na chuva, ele era o melhor.

Uma pessoa com mindset evolutivo (mindset de crescimento) transforma medos, obstáculos, desafios em energia ao seu favor, para se auto motivar. Para esse modelo mental, um problema é uma oportunidade. Empreendedores geralmente possuem esse tipo de pensamento. Estão procurando um problema que trará consigo uma oportunidade de criar um produto ou serviço para resolvê-lo.

Intra-empreendedorismo

E isso acontece com o intra-empreendedorismo também, ou seja, você vê os problemas e as oportunidades dentro da empresa que você trabalha e você ajuda a resolvê-los. Isso é uma habilidade muito bem reconhecida dentro das empresas. O modelo Lean considera que devemos ter essa mentalidade de ver problemas como tesouros.

Ao contrário das pessoas com Mindset fixo, as crenças de uma pessoa com Mindset de crescimento estão ligadas ao reforço positivo: “Tudo é possível contanto que eu me esforce”; “Sucesso é uma decisão”; “O único responsável pelo que acontece na minha vida sou eu”, “Eu ainda não sei, mas vou aprender”.

Todos nascemos com mindset evolutivo

E a boa notícia é que todos nós nascemos com o mindset de crescimento. Quando nós somos crianças nós não temos medo de errar. Aprendemos, caímos, começamos a falar, a andar de bicicleta. Não somos limitados pelo que sabemos e sempre abraçamos novos desafios.

Ao longo do tempo, muitas crenças são incluídas na nossa vida, seja pelos nossos pais, pelo nosso ecossistema (o ambiente em que vivemos), pela escola, por quem a gente convive e ao longo do tempo isso vai moldando o nosso mindset e definindo como a gente interpreta e se comporta diante de tudo que acontece na nossa vida: nossos sucessos, nossos fracassos, nossos objetivos e nossos desafios.

Por isso temos que ter muito cuidado quando lidamos com os nossos filhos diante de um desafio, como uma prova ou um campeonato de natação. Principalmente quando o resultado não é o esperado, muitas vezes pelos pais e nem mesmo pela criança.

Como eles estão lidando com o fracasso? Se um pai tem o mindset fixo, ele vai falar: “você não nasceu pra isso”, “vou te tirar da natação”.  Com isso ele está alimentando um monte de crenças limitantes que vão acompanhar essa criança ao longo do seu desenvolvimento.

Por outro lado, se o pai tem mindset de crescimento, ele pode falar: “nosso filho você nadou muito bem, está aprendendo bastante, cada dia melhor”. E com isso a criança vai entender que desenvolvimento é uma coisa contínua.

O mais importante é ter um ambiente que permita que a gente se desenvolva sem essas limitações.

O primeiro passo para você desenvolver o mindset evolutivo e o autoconhecimento.

E como faço para desenvolver um mindset evolutivo? O primeiro passo é conhecer suas crenças, entender por que elas te limitam. Anote. Perceba os momentos que você está se autossabotando, procrastinando, se limitando ou tendo aversão a risco.  Tenha uma visão clara se isso ocorre por conta de um fato ou por conta de uma crença, um pensamento que não necessariamente vai acontecer.

Outra forma de lidar com essas crenças é trabalhando com um psicólogo, coach ou analista comportamental. Juntamente com estes profissionais, você conseguirá entender esses momentos e como agir para que eles não te sabotem.

Aceitar e entender a origem das nossas crenças é importante para nossa evolução e nos permite reprogramá-las por meio de técnicas da PNL (Programação Neuro Linguística), para dar um novo sentido a um fato passado.

Acreditar que a inteligência melhora cada vez mais pela aprendizagem e que o caminho para o sucesso está no trabalho intenso e dedicado às melhores práticas, possibilita a reflexão de que enquanto seres humanos estamos em constante evolução. As pessoas que possuem Mindset de crescimento conseguem se superar progressivamente e fazer de cada erro uma possibilidade, uma oportunidade.

Isso é importante principalmente para quem quer ter um papel de liderança e para quem precisa lidar com outras pessoas. Quanto maior o seu mindset fixo, maior o risco de você propagar esse tipo de mindset para as pessoas que trabalham com você.

A mesma coisa ocorre quando você tem o mindset de crescimento. Se você é uma pessoa que entende que um erro pode te ajudar a crescer, você vai fomentar isso na sua equipe. Para que cada um aprenda com os seus próprios erros e que se torne um profissional melhor, criando uma cadeia de valores positivos dentro da sua própria equipe.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments