Sucesso não é a foto do Instagram, mas o making off

O sucesso não é a foto do Instagram, mas o making off

O assunto da semana é uma das coisas que todo mundo procura ao longo da vida, o sucesso. Sucesso é um termo bem genérico. Para cada um ele tem um significado. Pode ser que para você, sucesso seja ter um emprego estável onde você se sente orgulhoso do que faz, e para outra pessoa, sucesso é se tornar rico e viajar pelo mundo.

Porém, quando você vê encontra alguém bem-sucedido, você só está vendo um momento dessa pessoa. É como uma foto do Instagram, vemos apenas coisas bonitas e momentos felizes.

Quem nunca postou uma foto bonita, mas que não representava toda a jornada?

Confuso isso? Para você entender melhor, vou fazer uma metáfora.

Imagina que você tirou uma foto sua com o pôr do sol em Maragogi, nas piscinas naturais. Na foto vemos a água azul, refletindo o sol alaranjado e formando uma visão de tirar o fôlego.

A maioria das pessoas que olha para essa foto vai curtir e comentar “que maravilhoso”, “que inveja”, “que foto linda”. Porém, nenhuma delas conhece o caminho que você traçou.

A verdade é que para tirar essa foto, você acordou às 3 horas da manhã para chegar ao aeroporto e descobrir que seu voo foi cancelado. Por isso, teve que esperar por 12 horas e quando entrou no avião além do cansaço, precisou enfrentar uma turbulência.

Ao chegar no seu destino, você descobriu que suas malas não foram despachadas e exausto, foi para o hotel descansar. No hotel, você foi super bem atendido, as pessoas eram prestativas, te ajudaram a comprar algumas roupas até que sua mala fosse recuperada. Até buscaram sua mala no aeroporto.

No dia do passeio, você precisou sair sem o café da manhã porque era muito cedo e tinha um horário certo para chegar, de modo a evitar ondulações no caminho.

A caminho da foto

Mesmo com fome, o trajeto estava tranquilo até que o pneu do micro-ônibus furou. Nesse momento você se sentiu realmente mal, parecia que nada ia dar certo e chegou a pensar em desistir. Porém, uma senhorinha sentada ao seu lado insistiu para você ir, que o problema seria resolvido rápido e que ainda teria o dia inteiro para aproveitar.

Depois que tudo foi resolvido, ao chegar na praia você teve uma notícia que foi uma pontada no estômago. O catamarã não pôde esperar por conta das outras pessoas. E agora?

O rapaz da empresa falou que você poderia voltar outro dia ou então esperar alguma desistência, mas que todas as vagas do dia estavam preenchidas.

Sem ter o que fazer, você foi tomar café. A senhora que havia conversado com você também perdeu o passeio e estava ali perto e te convidou para se sentar com ela.

Juntos tomaram café e ela contou muitas histórias sobre a região, a cultura e sobre o pôr do sol. Em como ele era um dos mais bonitos da região. Falou sobre como a praia dali se encontrava com o rio e formava uma das mais belas paisagens da região.

Depois do café, como não tinha o que fazer, você decidiu ir caminhar nessa praia que ela havia falado. Quem sabe isso iria te trazer algum momento de tranquilidade?

Alguns minutos depois, sentindo a areia entre os seus dedos e o som bem leve das ondas do mar, você já estava bem mais calmo. Já percebeu que talvez esse momento também pudesse te trazer alegria e o sol também estava tão gostoso que você chegou a sorrir.

Ao chegar no final da praia, você encontrou o local que a senhora havia lhe falado, onde o rio desembocava no mar. Eram tantos tons entre o azul e o verde, e uma quantidade de peixes e pássaros que estavam ali que você decidiu sentar e apreciar esse momento.

E o passeio?

Depois deste momento, você retornou, almoçou. Algumas horas se passaram, e ninguém havia desistido do passeio. Você estava quase retornando para o hotel quando a mesma senhora chegou para você e disse haver uma pessoa que estava querendo desistir e te apontou para um rapaz que estava com a namorada, sentado próximo à areia.

Você chegou lá e conversou com ele. Descobriu que ele não queria simplesmente desistir, mas sim vender o ingresso dele e o da esposa

Você não tinha muito tempo para decidir, porque a barca saia em menos de 10 minutos. Então você decidiu aceitar.

Agora, o seu passeio saiu pelo triplo do preço e você estava com um ingresso a mais. O que você ia fazer com ele?

Até que essa não foi uma decisão difícil, você convidou aquela senhoria que te deu tanto apoio. E ela ficou muito feliz com o convite.

A travessia

Vocês embarcaram juntos e as coisas pareciam estar se ajustando. Porém, 4 minutos após sair da praia, você sentiu que não seria assim por muito tempo. Começou uma ventania, o barco começou a balançar por conta das ondas e uma chuva forte começou a cair. Você tinha certeza de que todo o esforço foi em vão e um sentimento de raiva veio e a vontade que você tinha era de gritar.

Mas quando olhou para o lado a senhora estava rindo! Como? E ela falou calmamente, “aqui é normal cair essa chuva, e como o vento é forte, daqui a pouco vai passar, você vai ver. Teremos um lindo pôr do sol no mar”.

Você olhou para o céu, para o mar e para o barco balançando e pensou “acho que o balanço do mar já deve estar deixando a senhora doida”.

Dez minutos depois, o vento havia levado todas as nuvens embora e vocês estavam de frente para as piscinas naturais, o céu mostrando o seu azul e o sol aparecendo para agraciar a bela paisagem.

Depois de muitos mergulhos, conversas agradáveis e sorrisos, o sol começou a descer, em um lindo cenário com cores indescritíveis.

Você precisava registrar esse momento e logo ouviu “Quer que eu tire a sua foto?”. Novamente ela estava ali, solícita para ajudar e tirar aquela foto que você viu no Instagram.

O sucesso é isso! Não é apenas a foto que você vê e sim a jornada toda.

São as mudanças de plano e de rumo que temos que fazer no meio do caminho por conta de um voo atrasado ou pneu furado.

É renunciar a coisas que são importantes para , como o café da manhã.

Momentos de raiva, de tristeza, de insatisfação que vão te fazer querer desistir de buscar o seu sucesso.

São pessoas que vão estar ali por você e com você te apoiando, ajudando a aprender, a crescer e a não desistir.

São caminhos diferentes, mas que ao longo da jornada vão te trazer alegria, desafios, novos conhecimentos e prazer, porque se a jornada não for prazerosa você não vai querer fazer.

Às vezes você vai gastar mais do que planejou. Seja em tempo, dinheiro ou em momentos em que você abdica de coisas que você gostaria de ter ou fazer.

Mesmo depois de tudo isso, o sucesso pode mudar para você.

O objetivo inicial era chegar nas piscinas cedo, sem balanço do mar e ele chegou ao final do dia. Mesmo assim, a jornada valeu a pena.

Lembre-se que a qualquer momento pode aparecer alguém para te ajudar ou para dizer que você não vai conseguir. Quem decide qual caminho seguir e a quem vai escutar é você.

Espero que vocês tenham gostado dessa metáfora de hoje. A ideia é não romantizar o sucesso, mas mostrar que ele é cheio de nuances, de momentos bons, de momentos ruins, de pequenos (ou grandes) fracassos no meio do caminho, mas que no final, temos que aproveitar, aprender e ser feliz com a jornada.

Se quiser saber um pouco mais sobre sucesso tem os artigos, 10 atitudes de um pessoa de sucesso e Mindset – A chave para o sucesso de uns e fracasso de outros, onde falo sobre atitudes, comportamentos e o modelo mental das pessoas que têm sucesso para passar essas jornadas sem desistir.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments